Medicamentos que podem interferir na libido

Libido,devido à evolução dos tempos, a sexualidade está em constante mudança e descobrimento para solucionarmos seus segredos e mistérios que lidamos dia pós dia.

Embora , a libido é um deles que conseguem bagunçar vida de homens e mulheres. Nas mulheres, quase tudo pode esta influenciando sua disposição, desempenho sexual, na sua libido e entre outros. Por exemplo, alguns fatores não imaginamos como os medicamentos por exemplo. Segue abaixo a lista de medicamentos que podem interferir na libido:

Tipos de medicamentos que ajudam na libido

  • Antidepressivos – Eles são responsáveis por aumentar os níveis dos hormônios do bem-estar chamados de Serotonina, mas com os níveis altos de serotonina a testosterona abaixa.
  • Pílula Contraceptiva – Entretanto, o estrogênio presente no anticoncepcional, podendo aumentar a globulina ativadora de hormônios sexuais (SHBG), que se ligam à testosterona e reduzindo a mesma quantidade em circulação inibindo a libido, como também, podendo dificultar a chegar ao orgasmo e sentir dores durante o sexo.
  • Anti- hipertensivo e Beta-Bloqueador – Ele é capaz de afeta o sistema nervoso e a área do cérebro responsável pelo funcionamento da libido. Em seguida, o Beta-Bloqueador são usados para poder tratar doenças cardiovasculares, com isso, ao diminuírem a tensão arterial poderá afeta o desejo sexual.
  • Anti-convulsivo – Ele são indicado para tratamento de epilepsia, mas conseqüentemente, com o aumento dos níveis de hormônio da prolactina ele inibe os hormônios que estimulam as glândulas sexuais (testículos e ovários).
  • Diuréticos – Por conta da eliminação sobre o excesso do sal e água do organismo,como resultado podendo prejudicar a ereção peniana, assim, reduzindo a quantidade de sangue que circula para o pênis.
  • Anti-histamínicos ( Antialérgicos) – Eles são responsáveis por bloquear a ação de substâncias que podem desencadear crises alérgicas e ajuda com a diminuição de inflamações, desta forma, estando contraindo os vasos sanguíneos, assim, dificultando a lubrificação e causando a secura vaginal, como também, inibindo a libido.

Exemplos

  • Antidepressivos – Clomipramina, Lexapro, Fluoxetina, Sertralina e Paroxetina.
  • Anti- hipertensivo e Beta-Bloqueador – Propranolol, Atenolol, Carvedilol, Metoprolol e Nebivolol.
  • Pílula Contraceptiva – Selene, Yaz, Ciclo 21, Diane 35, Gynera e Yasmin.
  • Anti-convulsivo – Clobazam, Clonazepam, Clorazepato, Diazepam e Lorazepam
  • Diuréticos – Furosemida, Hidroclorotiazida, Indapamida e Espironolactona.
  • Anti-histamínicos ( Antialérgicos ) – Difenidramina e Difenidrin.

Sugestão

Contudo, diante de tantas opções no mercado de tipos de medicamentos diferentes, como também, os mais comuns que usamos com mais frequência acabam passando despercebidos ao nosso olho. Desta forma, com a rotina mais agitada simplesmente acaba perdendo a curiosidade de saber os verdadeiros princípios de tudo que compramos e consumimos, assim, esquecemos de questionar o porque do uso, sua sua funcionalidade, se é o mais adequado para você ou se esta sendo o mais usado como varias outras questões.

A princípio, caso tenha identificado uma anomalia fora do habitual procure por um especialista e questione tudo o que puder, assim, estará fazendo as melhores escolhas conscientes para seu bem-estar.

One thought on “Medicamentos que podem interferir na libido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *